OAB pede investigação do vazamento de dados de 220 milhões de pessoas

As informações foram disponibilizadas para venda na internet; parte dos dados, como nome e CPF, foi publicada gratuitamente

OAB pede investigação do vazamento de dados de 220 milhões de pessoas

Categories: News